Cientistas criam o sabor digital

paladar

Cientistas da Universidade Nacional de Cingapura estão desenvolvendo uma tecnologia que pode transformar a forma como vemos programas de culinária.

Conhecida como Digital Taste Interface (Interface Digital de Sabores, em inglês), este simulador nos permite experimentar o sabor da comida e bebida eletronicamente.

A tecnologia não depende de qualquer tipo de produto químico para produzir sabores familiares. Em vez disso, ela usa eletrodos colocados na língua e manipulação térmica para estimular o paladar e reproduzir as sensações gustativas básicas – doce, azedo, salgado e amargo – tudo feito de forma não invasiva.

Dr. Nimesha Ranasinghe, um dos engenheiros da universidade, também observa a importância dos sentidos adicionais para apoiar toda a experiência de degustação:

“Para simular sabores é preciso ir além do gosto e incorporar cheiro, textura, cores e outras modalidades, pois o sabor é uma experiência sensorial com múltiplos sentidos”.

“No momento, estamos ampliando a nossa tecnologia para acrescentar o sentido do olfato para a experiência, com a esperança de que ao fazê-lo, podemos expandir as variedades de sensações que podemos gerar digitalmente.”, completa o engenheiro.

Digital Taste Interface: o futuro dos programas de culinária?
Digital Taste Interface: o futuro dos programas de culinária?

A Interface Digital de Sabores não é apenas uma experiência de alimentação digital, os pesquisadores também estão buscando aplicar essa tecnologia em sistemas de jogo (ou seja: premiar vitórias com sabor doce e derrotas com gosto amargo) e situações médicas.

Aqueles com diabetes, por exemplo, seriam capazes de saborear doces sem aumentar os níveis de açúcar no sangue.

Embora ainda esteja em fase de desenvolvimento, a Interface Digital de Sabores poderia ser o futuro da degustação na TV e do entretenimento online.

Vamos aguardar!

Comente com sua conta do Facebook

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here