A sua alimentação pode estar te deixando depressiva

alimentos-depressaoSuas escolhas alimentares diárias podem estar aumentando seu risco de ter depressão em mais de 40%, de acordo com um novo estudo publicado mês passado.

Pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard, EUA, realizaram uma análise de longo prazo dos hábitos alimentares e da saúde mental de 43 mil mulheres.

Aquelas que consumiam regularmente determinados alimentos, especificamente grãos refinados, carne vermelha e refrigerante viram suas chances de serem diagnosticadas com depressão aumentarem de 29 para 41%.

Os autores do estudo acreditam que os resultados destacam a conexão entre a alimentação e depressão, que se encontra (pelo menos parcialmente) na inflamação causada por uma resposta imunológica fora de controle.

Pesquisas anteriores já ligaram a inflamação de baixo grau com depressão e outros transtornos mentais, mas os mecanismos biológicos dessa relação ainda não são completamente claros, de acordo com o coautor do estudo, Dr. Michel Lucas.

Alimentos para combater a inflamação

Uma coisa que está clara é que a alimentação correta pode fazer maravilhas para o seu bem-estar físico e mental.

Embora existam inúmeras variáveis da “dieta anti-inflamatória”, a maioria segue um conjunto de diretrizes gerais:

– Os cereais integrais (arroz integral, quinoa, trigo, etc) são as melhores alternativas para os carboidratos refinados, como arroz branco e massas feitas com farinha branca.

– A melhor proteína a ser consumida está na forma de peixe, frango, feijão e nozes. O consumo de carne vermelha e produtos lácteos ricos em gorduras devem ser minimizados.

– Embora possa parecer contra-intuitivo, temperos fortes como pimenta, caril, alho, gengibre, canela e açafrão, todos têm propriedades anti-inflamatórias.

– Mamão, brócolis, gengibre e abacate são alguns dos alimentos que combatem a inflamação.

   Conheça os top 10 alimentos que combatem a inflamação.

Comente com sua conta do Facebook

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here