O motivo surpreendente pelo qual muitas pessoas não conseguem perder peso

 

Se em circunstâncias normais perder peso não é fácil, imagina quando o organismo não colabora. Será que esse é o seu caso?

 

peso_dest

Desejo excessivo por comida, dificuldades em seguir uma dieta, excesso de peso…

Estas são todas as indicações de que você pode ter algum problema com leptina. A leptina é uma proteína produzida pelas células de gordura, que circula na corrente sanguínea, e vai para o cérebro.

Para alguns cientistas, a leptina é considerada o “hormônio da fome”, já que monitora a quantidade de energia de um organismo, regula o apetite, e controla o metabolismo.

Normalmente, uma pessoa que possui mais gordura no corpo, vai possuir mais leptina no organismo; quanto mais leptina um indivíduo possui, menos fome vai ter, e irá queimar energia mais rapidamente.

Então, as pessoas que têm excesso de gordura conseguem perder peso mais rápido, já que a leptina informa para o cérebro que está na hora de parar de comer e acelerar o metabolismo, certo? Nem sempre!

Muitas pessoas com excesso de gordura desenvolveram resistência à leptina, ou seja, as células de gordura enviam grande quantidade deste hormônio, mas o cérebro não está recebendo a mensagem. Com isso, a leptina é incapaz de produzir os seus efeitos normais para estimular a perda de peso.

A pessoa come em excesso, mas o corpo pensa que ela morrendo de fome e diz pra comer mais. É fácil ver como este ciclo pode contribuir para o ganho de peso!

Resistência à leptina é um problema complexo que envolve o sistema endócrino e revertê-la requer mais do que simples restrição calórica ou força de vontade.

No entanto, é importante informar que a compreensão científica sobre a leptina ainda é limitada.

A leptina é uma descoberta relativamente nova (1994). Assim, embora tenha havido um número de estudos realizados (a maioria em ratos e camundongos), ainda não existem muitas evidências científicas sobre o hormônio.

Resistência à leptina: sempre com fome!
Resistência à leptina: sempre com fome!

Então, o que você deve fazer?

Tal como acontece com todas as questões hormonais, a resistência à leptina é uma questão complexa sem causa singular, mas existem muitos fatores que podem afetar negativamente os níveis de leptina, incluindo:

– O consumo de frutose (especialmente a frutose de xarope de milho)
– Altos níveis de estresse
– O consumo de uma grande quantidade de carboidratos simples
– A falta de sono
– Altos níveis de insulina
– Exercício demais, especialmente se seus hormônios já estão danificados
– Grãos e consumo de lectina.

Em outras palavras, se você quiser fazer alterações de saúde duradouros ou perder peso e mantê-lo, você tem que corrigir a sua leptina.

Procure um profissional da saúde de sua preferência e pergunte sobre o assunto. Quem sabe a resposta para uma dieta de sucesso esteja na regulação dos seus hormônios.

Comente com sua conta do Facebook

1 COMENTÁRIO

  1. EU TENHO PROBLEMAS PARA EMAGRESCER.MAIS PRECISO,SABER OK É LEPTINA,QTO MENOS COMO MAIS ENGORDO.DEIXEI DE FUMAR FAZ 01 ANO ENGORDEI 10 KG.ESTA SENDO DEMAIS TENHO PROBLEMA DE DEFICIENCIA AI FICA DIFICIL PARA SE LOCOMOVER,NÃO POSSO FAZER CAMINHADA,NEM ESTEIRA,SEI LÁ ACHO QUE VOU TERQUE PARTIR,PARA UMA DIETA,MAIS JÁ COMO POUCO.E NÃO RESOLVE. TOMO REMEDIO PARA DORMIR,MAIS CREIO QUE NÃO É ISTO NÃO.BJOSSSSSSSSSS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here