Ferro e zinco podem combater a TPM

pms_01Milhões de mulheres ao redor do mundo sabem da dor e o tumulto emocional que enfrentam durante os períodos de tensão pré-menstrual, ou TPM. Mas um novo estudo descobriu que dietas ricas em ferro derivadas a partir de fontes de origem vegetal podem ajudar a aliviar a condição.

Segundo a pesquisa, as mulheres que consumiam alimentos ricos em zinco e ferro não-heme, possuíam 40% menos probabilidade de desenvolver a TPM em comparação com as mulheres que não seguiam esta dieta. O ferro não-heme é encontrado principalmente em fontes vegetais, como feijão, lentilhas, frutos secos e vegetais de folhas verdes.

No estudo, o risco de ter TPM caiu significativamente para as mulheres que consumiram mais de 20 miligramas (mg) de ferro diariamente. Em relação ao zinco esse número foi de 10 mg por dia.

       Confira aqui as maiores fontes de ferro

Os pesquisadores acreditam que o ferro e o zinco podem reduzir a dor e os sintomas emocionais da TPM, aumentando os níveis de serotonina, uma substância que está associada à depressão e também à TPM.

A pesquisa acompanhou cerca de 3.000 mulheres nos EUA, e os resultados do estudo foram publicados no mês de fevereiro de 2013 no American Journal of Epidemiology.

Os sintomas da TPM podem ser físicos ou emocionais, e podem incluir dores nas mamas, inchaço abdominal, alterações do apetite, depressão e ansiedade.

tpm

Mas aqui fica um aviso: o consumo excessivo desses minerais pode ser prejudicial para a saúde.

Muito ferro e zinco podem causar sérios problemas e afetar o equilíbrio de outros nutrientes e minerais no organismo. As mulheres precisam ser muito cautelosas antes de começar a investir no tratamento da TPM.

Consulte um especialista de saúde de sua preferência antes de iniciar qualquer tipo de suplementação na solução do problema.

Referências  American Journal of Epidemiology
                   Webmd

Comente com sua conta do Facebook

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here