Confira 4 alimentos que você tem dúvida se é bom ou ruim

Listamos 4 alimentos que você consome com frequência e mostramos o que as últimas pesquisas revelam sobre eles. Será que é  bom ou ruim para sua saúde?

 

 

Ovos: Ruim → Bom

Os ovos são bons ou ruins para você? A maioria dos estudos sobre a salubridade dos ovos concluiu que eles são profundamente nutritivos. No entanto, existem algumas ressalvas. Um estudo de 2008 publicado no The American Journal of Clinical Nutrition (Revista para nutrição clínica), que observou 21.300 homens ao longo de um período de 20 anos, mostrou que os indivíduos que comem sete ou mais ovos por semana, tinham 23% mais chances de morrer de qualquer causa. E este risco aumenta caso a pessoa possua diabetes. Portanto, consuma com moderação, 4 ovos por semana é o ideal.

Adoçante Artificial: Em julgamento

Será que o consumo de alimentos e bebidas que contêm adoçantes artificiais, como refrigerantes, iogurte, sorvete, doces e gomas de mascar – apresenta uma contrapartida entre a perda de peso e o aumento do risco de câncer? O veredito ainda está longe de ser descoberto, diz o Instituto Nacional do Câncer. Perguntas sobre adoçantes artificiais e câncer surgiram quando os estudos iniciais mostraram que o ciclamato em combinação com a sacarina causava câncer de bexiga em animais de laboratório. No entanto, os resultados das pesquisas posteriores de carcinogenicidade (estudos que examinam se uma substância pode causar câncer) dos adoçantes não forneceram uma clara evidência de uma associação com o câncer em seres humanos.

Manteiga: Ruim → Bom

Em um estudo realizado pelo American Journal of Clinical Nutrition publicado em 2010, diz que as gorduras saturadas (leia-se: manteiga) não estão ligadas a doenças cardíacas. A pesquisa considerou 21 estudos em um período de 23 anos que analisaram 347,747 indivíduos e não encontraram nenhuma relação da ingestão de gordura saturada, com doenças cardíacas, derrame ou doença cardiovascular.

Queijo: Em julgamento

Um novo estudo em Nutrição e Metabolismo, financiado pelo Conselho Nacional de Laticínios, sugere que o queijo e outros produtos lácteos podem ajudar a prevenir o ganho de peso após uma dieta. Outro estudo publicado em uma edição de 2011 do American Journal of Clinical Nutrition concluiu que, quando consumido em grandes quantidades, o queijo pode ajudar a diminuir o colesterol LDL. Acredita-se que o elevado teor de cálcio encontrada no queijo é responsável por este resultado.

Fonte The Daily Meal

           AJCN

Até a próxima!

Comente com sua conta do Facebook

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here