Ressaca – guia para não ficar (ou ficar) bêbado!

ressaca-liberoalimentos

  Muitas vezes acompanhada por arrependimento, a ressaca é a companheira indesejável do álcool em excesso. Não parece necessário nos lembrar dos sintomas da ressaca, mas os mais comuns incluem dores de cabeça, cansaço, náuseas, olhos vermelhos, desidratação e tremores.

  A bebida pode levar você a experiências desagradáveis. Adivinha quem está presente na maioria dos micos que nós pagamos? Isto mesmo o álcool! Se você não quer ser carregado pelos amigos ou passar pela experiência de saber que aquela(e) gatinha(o) que você ficou na noite anterior é na verdade o cão chupando manga, leia atentamente o texto abaixo.  

Clique em Curtir na Fan Box ao lado ->
Clique aqui e nos Siga no Twitter

Como nasce a ressaca

  A fim de repor a água perdida em seus órgãos vitais, o corpo “retira” do cérebro a água que está necessitando, é ai que nasce a enxaqueca e a sua cabeça começa a gritar de dor. Junto com essa perda de água derivada da desidratação, vai também o sódio e o potássio do corpo que é agravada por qualquer vômito e diarréia, o que pode causar fraqueza e tonturas.

mulher_ressaca
Cuidado meninas! Mulheres são

mais propensas a ressaca.

  Além de causar estes efeitos diretos, uma substância altamente tóxica é produzida durante a decomposição do álcool no fígado. Algumas pessoas são incapazes de remover essa toxina tão eficientemente quanto outras, deixando-os muito mais suscetíveis ao problema.   

  As mulheres também são mais propensas a ressacas graves do que os homens, mesmo quando bebem a mesma quantidade. Os homens têm as enzimas do estômago mais eficientes para a repartição do álcool.

Tem alguma bebida que dá mais enxaqueca?

  Você já notou que uma ressaca é pior depois de beber certos tipos de álcool? Vinho tinto é um exemplo. Saiba: Bebidas mais escuras contêm mais congêneres.

  Congêneres são as impurezas produzidas durante a produção ou o envelhecimento de uma bebida, contribuindo para seu sabor, cheiro e aparência. Estes níveis são mais elevados em bebidas como o vinho tinto, uísque, conhaque ou tequila e menores no vinho branco, vodka, cerveja e gin.

    Mais um motivo para beber com os amigos! 

  A mistura de bebidas também pode fazer a ressaca ser pior. Como diz o ditado, não se misturam uva e grãos: o que você bebe é tão importante quanto a quantidade.

O que podemos fazer para não ter ressaca?

  • ‘Forrar’ o ​​estômago. Se você sabe que vai beber álcool, não saia de casa com o estômago vazio.

  • Beba muita água. Manter-se hidratado é um fator importante na redução dos sintomas da ressaca, água e álcool são duas bebidas que você pode misturar com sucesso. Tente beber um copo de água no intervalo de cada bebida alcoólica, além de um pouco mais antes de ir para a cama.

  • Escolha com cuidado. Escolha as bebidas de cor clara, com menos toxinas, exemplo: cerveja, vinho branco, vodka.

  • Beba devagar. O corpo leva pelo menos uma hora para processar cada bebida. Quanto mais lento você beber menos acumulará toxinas.

A Manhã Seguinte

  Ok, então você não fez nenhuma das situações acima, você terá a ressaca do inferno!

  Continue bebendo muita água e faça um ótimo café da manhã, isto é essencial para se recuperar da ressaca. Ovos, cereais matinais, frutas são ótimas alternativas para o dia seguinte a ressaca.

 

  Se você conhece mais alguma dica para evitar aquela enxaqueca indesejada, nos envie pelos comentários!

Link para esta postagem.

Até a próxima! 

Comente com sua conta do Facebook

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here