Como reduzir o risco de avc

maca-liberoalimentos

  Muita gente conhece ou já ouviu falar de pessoas que sofreram de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Um caso que ganhou repercussão nas últimas semanas foi do técnico do time de futebol do Vasco da Gama, Ricardo Gomes, que durante um jogo do Campeonato Brasileiro, sofreu um AVC. Ricardo Gomes foi internado, passou por uma cirurgia e felizmente já recebeu alta do hospital. Partindo disto, será que existe algum alimento que possa reduzir o risco de você ou algum conhecido seu sofrer um AVC?

Clique em Curtir na Fan Box ao lado ->
Clique aqui e nos Siga no Twitter

 

O que é um AVC?

  Em poucas palavras o AVC resulta da restrição de irrigação sanguínea ao cérebro, decorrente do entupimento (isquemia) ou rompimento (hemorragia) de vasos sanguíneos cerebrais.

  O AVC apresenta-se como a 2ª causa de morte no mundo. Trata-se de uma emergência médica que pode evoluir com sequelas ou morte, sendo a rápida chegada no hospital importante para a decisão terapêutica.

 

Frutas com Polpa Branca

  Um novo estudo dá alguma credibilidade para o velho ditado, “Uma maçã por dia mantém o médico longe” – pelo menos no que se refere a acidentes vasculares cerebrais (AVC). Em um estudo publicado no “Stroke: Journal of the American Heart Association”, pesquisadores alemães informaram que comer maçãs, peras e outras frutas e vegetais de polpa branca pode reduzir o risco de AVC em 52%. Além das maçãs e peras, podem ser incluídos os alimentos com polpa branca: bananas, couve-flor e pepinos.

 

  A pesquisa examinou a dieta de 20.000 adultos por um período de dez anos. Foram investigados a associação entre a cor das frutas consumidas e os riscos de um AVC. Os participantes da pesquisa que consumiam diariamente frutas com polpa branca possuíam 52% menos incidências de AVC em comparação com aqueles que consumiam poucas quantidades destes alimentos.

 

Consumo ideal por dia

  Segundo os pesquisadores, para que os riscos de um AVC sejam reduzidos, você deve consumir diariamente 171 gramas ou mais, de um alimento com polpa branca, isto equivale a uma maçã média/grande.

  O estudo necessita de mais pesquisas para confirmar realmente os benefícios destes alimentos. Porém os cientistas já recomendam, desde já, o consumo dos chamados produtos brancos.

 

  Se você tem mais alguma informação para acrescentar sobre este post, comente logo abaixo.

Link 1 (em Inglês)

Link 2

Até a próxima!

 

Os dados divulgados acima são apenas informativos e não têm o objetivo de proporcionar orientação médica. Os autores deste blog e o site Líbero Alimentos não se responsabilizam por quaisquer consequências possíveis oriundas de tratamento, procedimento, exercício, modificação alimentar, ação ou aplicação de medicação resultante da leitura ou aplicação das informações aqui contidas. As informações fornecidas não são individualizadas. Portanto, Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico ou de outro profissional da área da saúde.

 

Comente com sua conta do Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito interessante este post!! É bom lembrar os sintomas como dor de cabeça intensa, que ocorre repentinamente, às vezes acompanhada de vômitos e tontura. Perda da visão ou dificuldade para enxergar, também repentina e sem explicação, juntamente com dificuldade para falar e se expressar corretamente. E enfraquecimento ou mesmo paralisia facial, dos braços e pernas, que ocorre geralmente em apenas um lado do corpo. Abraços

  2. Olá Rafael,

    Realmente, muito bem lembrado! Esses sintomas são essencias para se tomar uma atitude preventiva.

    Lembrando que é sempre importante que o paciente vá ao médico rapidamente para evitar maiores sequelas.

    Abraços e Volte sempre!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here